DIE MULTIDIMENSIONALE MUSIK

Voltar Pagina Principal


 
 
 

a Musica Multidimensional de jacotte chollet

Erfahrungen von hörer mit mmd musik
 
Muito obrigado por nos enviar experiências e testemunhos de expansão da consciência e de auto-cura por meio da Música Multidimensional,
eles oferecem envidências dos multiplos aspectos do nosso Ser Multidimensional.
Ajudam a descobrir o quão variado somos no nosso processo de recuperação da coerência, unidade e integridade.


- Encontre AQUI um DOCUMENTO para enviar o seu testemunho -

--

- Há cerca de um mês que eu tenho vindo a descobrir esta música transformadora.  Estou maravilhada com os resultados obtidos em tão curto espaço de tempo.
Estou mesmerizada pelo seu trabalho pois os sons que você compõe através da sua música são verdadeiras vibrações espirituais.
Sou uma praticante de budismo tibetano há três anos (reparei que no seu site você fala do efeito da musica sagrada tibetana, o que me faz presumir que a conhece…) e a sua música ressoa em mim de uma forma muito profunda.
Envolve tanto níveis diferentes que eu fiquei estupefacta !
Só lhe posso agradecer !
Aquilo que se exprime através de si e como coloca esta ferramenta de transformação incrivelmente poderosa à disposição dos seres frágeis que somos.  
Estou certa que nunca deixarei de aconselhar esta ferramenta ás outras pessoas.

TERESA, JANEIRO 2017   

 

--

- Tenho usado a MMD para ajudar o gato lá de casa chamado CHIRON---
Há algum tempo atrás, um gato vadio gravemente ferido veio até à minha porta. A sua parte traseira estava toda arrancada desde as ancas até à cauda, cauda essa que estava praticamente presa por um fio de pele.
Ele estava esfomeado e desidratado. No dia seguinte, levei-o ao veterinário do meu gato, a Dra Sandra V, e ela realizou uma cirurgia de emergência para lhe tentar salvar a vida. Ele estava mesmo mal e ela não me deu nenhuma esperança.

Depois da cirurgia levei o Chiron de volta a casa e segui as recomendações da veterinária. A sua assistente veio três vezes seguidas lá a casa para lhe limpar as feridas no entanto, as coisas pioraram. Todo o tecido em volta da cauda e as áreas onde se realizou a cirurgia estavam mortas!
De volta ao hospital, a veterinária disse-me que era necessário ora amputar a cauda de modo a salvar-lhe a vida, ora realizar-lhe uma eutanásia devido à severidade da sua situação. Depois disto, perguntei-lhe o que tinha causado a morte dos tecidos e ela disse-me que a irrigação de sangue era pobre e nenhum oxigénio lhe tinha chegado a essas áreas.

Nessa altura, lembrei-me do teu CD INVISIBLE PRESENCE e do que ele me causou no coração e no fluxo sanguíneo cada vez que o ouvi. Assim que cheguei a casa, coloquei o Chiron na casa de banho com tudo o que ele precisava para estar confortável e comecei a tocar o INVISIBLE PRESENCE vezes sem conta mas com intervalos pelo meio.

UM DIA depois de o expor à música, o seu tecido começou a mudar de cor de preto para rosa. O mau cheiro dessa zona também começou a desaparecer. Ao terceiro dia, o seu tecido estava completamente cor-de-rosa por isso levei-o imediatamente ao consultório da Doutora. A veterinária não queria acreditar no que os seus olhos viam. O seu tecido estava vivo! O Chiron estava salvo!

A Dra Sandra V está disposta a comprovar estes factos de que não havia esperança para ele do ponto de vista médico porque o tecido já estava morto. No entanto, ela alega que eu fiz algo em casa que fez esse tecido morto voltar a ganhar vida e eu disse-lhe que ele tinha sido exposto intensamente a um CD de música chamado INVISIBLE PRESENCE…

Com toda a minha gratidão


E. E.

-

- Boa noite Jacotte,

a cerca de 6 meses envie-lhe um email, por causa do meu filho que chorava muito, e voçe aconselhou-me o CD RECONCILIATION, e de facto ele deixou de ser um bebe instável e hoje e muito tranquilo e adora a musica.

Boa noite e obrigada por tudo o que a sua musica tem feito.

D. T. Portugal

-

- Quero dar-te algum feedback sobre a minha experiência, a mais intensa que tive de todas as coisas que já fiz nestas áreas!

Como também tenho praticado o método de Focusing , isso tem-me ajudado bastante a aprender a confiar no processo, a entregar-me a ele e a deixá-lo guiar-me, dando assim algum descanso ao meu lado “egoico e mental” que por vezes se preocupa em demasia e atrapalha a vivência das coisas. Assim que a música começou, todo o meu corpo começou imediatamente a vibrar e o processo iniciou-se. Foi muito engraçado porque o meu lado mais mental estava numa espécie de reverência silenciosa, deixando a energia fazer o seu trabalho e disfrutando da viagem. Foi instantâneo.

Foi muito físico, profundamente emotivo e com uma explosão de energia criativa e alegre. Primeiramente, as minhas mãos estavam pousadas sobre o meu peito e de repente, senti vontade de deixar a minha mão direita começar a mexer-se e ela foi-se abrindo com movimentos muito subtis, como se estivesse a explorar o chão e o espaço à volta. Depois foi a vez da mão esquerda se levantar e de procurar a outra, começando ambas a dançar. De seguida, foi como se a mão esquerda desse “coragem” à mão direita para se voltar a pousar no chão. Como se uma mão fosse o irmão mais pequeno e cauteloso e a outra mão fosse o irmão que têm uma confiança cega em todo o processo, sendo mais rápido…imediato.

Senti os micro e macro movimentos dos meus músculos, ao vivo e cheios de vida, de uma forma muito lenta como se de uma dança se tratasse, com toda a vitalidade e magnificência da fluidez. A um dado momento, as minhas mãos abriram-se e expandiram-se totalmente de uma maneira que nunca tinha acontecido. Depois tive a forte sensação de que esta era uma memória uterina. Ao longo de todo o processo, todos estes micromovimentos, todos os segundos e sensações foram vividos como se eu me encontrasse numa vivência de um ETERNO MILAGRE.

Antes da música começar, deixaste que todos escolhessem e tirassem uma carta com uma palavra e um desenho, e a que me calhou foi a que dizia “Verdade”. Neste sentido, a vivência que aqui te conto tem tudo a ver com a minha “verdade” primordial e original. O modo como estava a “atmosfera interior” do meu primeiro campo “terreno” (o útero) enquanto eu por lá andava…Eu senti que não era visto ou bem recebido, como se a minha mãe estivesse preocupada com a minha chegada e de que eu viria complicar a situação ou qualquer coisa do género…Chorei imenso porque o meu Ser finalmente compreendeu como aquilo foi realmente duro para mim, tão duro que a minha respiração era dolorosa, não é incrível..!?

Foi estranho porque por norma quando eu inspiro eu sinto os movimentos respiratórios a irem contra a força da gravidade e quando expiro, é mais fácil e feito sem esforço porque estou a trabalhar no sentido da direcção da força da gravidade. Mas o que eu senti nesta experiência foi a de algo a puxar a minha respiração muito mais para baixo do que aquilo que normalmente acontece com a força da gravidade ainda por cima na zona do meu estômago e abdómen. Isto surgiu-me acompanhado de muito choro e tristeza porque eu não era reconhecido ou visto, não me sentia presente, como se o campo à minha volta não me queria ouvir, ver-me ou tomar consciência que eu lá estava. Chorei com tanta compaixão por mim…foi inacreditável, incrível…e nessa altura estava a ser muito difícil.

O engraçado é que eu senti que o amor ou a energia amorosa esteve lá sempre presente como pano de fundo, mas a confusão é que estava a atrapalhar, entendes-me…? O momento em que tive este insight sobre o meu passado dentro do útero e de como me apercebi que este amor sempre esteve lá independentemente da confusão, eu imediatamente transportei este insight e o seu valor para o que me está a acontecer agora no meu momento presente. O campo, seja o útero ou o mundo em si está pleno de amor e de criatividade, se nos libertarmos desta confusão, se levarmos a consciência para o subconsciente, se nos libertarmos destes bloqueios emocionais e mentais, toda esta explosão de vida e de criatividade simplesmente se revelam e emergem. Por isso, esta confusão tem estado a ser carregada por mim ao longo da vida e senti como é vital e crucial tornar-me mais presente para mim mesmo, para o meu Self, de modo a que este amor cósmico possa fluir em mim e à minha volta. Eu não podia ter esta liberdade dentro do útero mas agora que estou cá fora é mais fácil. Tenho de ser eu e mais ninguém a tomar conta desta presença. Ninguém mais o pode fazer, a não ser o universo em si que me dá as condições para eu viver.

Foi muito doloroso emocionalmente, o mais doloroso que vivi, no entanto ao longo de todo o processo senti em mim uma confiança ancestral que me dizia que tudo iria correr bem, que já era tempo de receber esta informação e eu estava mais do que pronto para isso. O meu lado mental estava agora cheio de curiosidade e dava umas quantas impressões e observações sobre o que poderia estar a acontecer à medida que o processo se desenrolava, e estava ansioso e em pulgas para receber a próxima lição que o GRANDE MESTRE DO UNIVERSO tinha para oferecer.

Depois disto, aconteceu algo muito divertido com o meu maxilar inferior. Ele começou a mexer-se de um lado para o outro, como uma serpente, para a esquerda, para a direita, para cima e para baixo, a dançar e aos círculos. Na altura ocorreu-me a imagem daqueles índios que tem um objecto circular que alargam os lábios inferiores e o mesmo parecia passar-se com o meu maxilar que se esticou ao máximo…foi incrível. Não conseguia compreender, pensei que pudesse estar relacionado com os reflexos de sucção dos bebés mas aquilo continuou e eu tive uma imensa vontade de rir, foi tão engraçado, era um sorriso de dentro e de fora. Eu deixei-me ir atrás disso independentemente de não o compreender e aquilo foi-se tornando cada vez mais divertido. Agora sei que aquela sensação foi como se o universo estivesse a brincar comigo, a meter-se comigo para eu rir livremente sem precisar de saber o que se estava a passar…
Depois senti uma fracção daquilo que relatas quando dizes que estás num estado de presença total quando crias a tua música. Parecia que tudo o que eu sou estava ali naquele momento, todo o campo da vida estava ali numa só nota, numa só e na mesma onda, no mesmo instante…Senti o DESLUMBRAMENTO DA CRIATIVIDADE, como as forças do universo sentem uma imensa alegria no processo contínuo da criação.

Cada música que foi tocada foi uma porta de entrada para algo de novo. O meu Self mais elevado e amplo conhecia aquela música e sentia o que vinha a seguir, como se soubesse antes de tempo se a musica iria desacelerar a seguir, parar ou o tipo de vibração sonora que se avizinhava, mesmo quando colocaste uma música que nunca tinha sido ouvida por ninguém. Eu senti isto de forma muito claro só por dar atenção ao meu corpo. Por exemplo, uns segundos antes de uma música nova começar, a minha mão tinha ficado em suspensão no ar e à espera de que a música começasse, como se soubesse que só depois da nova música começar é que ela podia pousar-se no chão…, foi de loucos!

Por fim, foi como se as minhas mãos retirassem uma “mascara de energia” da minha face, depois do meu coração como se fosse o super-homem a rasgar a camisa e a aparecer outra coisa por debaixo. Como se algo de novo viesse cá para fora, algo nasceu ali.

Depois a segunda audição da música foi um momento de cura para os meus joelhos. Sentia-me como aqueles religiosos quando rezam, fiquei com o corpo totalmente prostrado no chão com os joelhos dobrados ao limite, a um ponto que eu nunca pensei ser possível depois das cirurgias que fiz a eles. Foi muitíssimo doloroso mas algo ali acabou por transcendeu a dor, havia algo a mostrar-se depois da dor física…Actualmente os meus joelhos estão muito mais leves…foi indescritível

Obrigado mais uma vez minha querida…obrigado.


J.D.F Portugal

-

AUMENTO do número de glóbulos vermelhos.

Estive presente numa conferência em San Jose onde você palestrou e trouxe comigo algumas cassetes da sua música e comecei a ouvi-la.
A minha hemoglobina subiu de 12.00 para 13.20 em duas semanas, apesar de semanalmente tomar Herceptin cujo efeito é baixar a quantidade de hemoglobina.
Na minha última análise de sangue, os meus glóbulos brancos subiram de 5.1 a 9.6.
Tenho ouvido semanalmente e de forma assídua o
SKY DANCING. Descobri que esta música normalmente me acalma.
A primeira vez que o escutei fiquei fisicamente muito frio.
O meu ser emocional foi encarecido e eu fiquei muito grato.
Continuo a rejubilar-me com as minhas análise de hemoglobina. Por esta altura atingiu 14.00!

É fascinante ver como esta música me trabalha por dentro.


Jean Seaman. San Jose, California, EUA

RECUPERAÇÃO DE TRAUMAS APÓS MÚLTIPLAS CIRURGIAS.

Passei por três poderosas experiências curativas com a sua música que desejo partilhar consigo.
Torna-se muito difícil explicar em termos tridimensionais aquilo que se passou simultaneamente em várias dimensões.
Tive uma vida muito traumática, da qual fazem parte 15 cirurgias ao meu corpo.
Cortaram-me partes do corpo e colocaram-me substâncias criadas pelo homem as quais o meu corpo nunca se ajustou decentemente.
A sua música restaurou a minha parte física, etérica e o meu corpo emocional para um estado semelhante ao que era antes das operações.
Apercebi-me que os sons estavam a actuar como instrumentos cirúrgicos (em falta de um termo melhor), a restabelecerem os meus campos energéticos que tinham sido cortados por cirurgias e acidentes.
Conseguia sentir um verdadeiro formigueiro, semelhante a pequenos impulsos eléctricos, à medida que os nervos se voltavam a conectar.
Senti calor a passar por várias áreas do corpo à medida que focava a minha atenção nas sensações.
Consegui ver e também sentir no interior da mente, a integração da minha energia.
Foi uma experiência milagrosa.


Amrita Cottrel, Presidente da “Healing Music Organisation” Califórnia. EUA

CURA DE DORES DE CABEÇA (resultado de operações oculares a laser)

IEstou-lhe a escrever para lhe relatar aquilo que se passou com a minha irmã de 46 anos, depois de ela ter ouvido o nº3 do CD RENAISSANCE.
Ele disse que sentiu uma dor repentina no seu olho esquerdo e uma forte dor de cabeça que rapidamente desapareceu.
Ela disse que conseguiu ver uma forma quase palpável, uma forma de gás a escapar-se pelo olho.
A dor que ela refere é a mesma que ela tem desde que foi operada a laser ao seu olho esquerdo e já dura há 10 anos.
Desde que se expôs à sua música ela não teve mais dores de cabeça.


J . CURTY. Grenoble. França.

CURAR A DEPRESSÃO.

Não consigo encontrar as palavras adequadas para expressar o que vivenciei ao escutar os dois CD´s “RENAISSANCE” e “INVISIBLE PRESENCE”, tenho estado a escutá-los há cerca de um mês.
Estava sob elevados níveis de stresse, mas agora sinto-me muito melhor, estava a desesperar, a pensar na morte, mas agora sinto-me muito melhor, sofria de fortes dores de reumatismo e de ciática e agora estou quase bom.
Até consegui silenciar a minha mente, algo que nunca consegui fazer ao longo de anos.
Obrigado pela sua música Multidimensional.

C.T. Apt. França.

DESCOBERTA DO VERDADEIRO SELF.

Durante a minha primeira sessão com a música Multidimensional vivi a mais extraordinária experiência da minha vida: descobri o meu mundo interior, o meu “eu interno”!
Graças à sua música dei à luz o meu verdadeiro self, ouvi a minha própria vibração e apercebi-me de tudo o que estava esquecido, enterrado nas profundezas do meu inconsciente.
Primeiro tive de aprender a escutar esta música e não foi fácil. Tinha de aprender a livrar-me dos meus pensamentos e preocupações, fi-lo da seguinte maneira:
Fechei os olhos, foquei-me na minha lenta e profunda respiração ao nível do estômago, e dirigi a minha consciência para o coração e aí, à medida que a música fluía, a minha viagem interior começou e os meus mundos internos vieram ao de cima...
O que eu descobri pode ser gracioso ou doloroso mas é a minha própria verdade! E quando tomo consciência dela consigo amar-me mais e melhor, transformo-me, curo o meu corpo
e a minha mente.

A informação acede à minha consciência sob a forma de símbolos, metáforas, por vezes através de sensações dolorosas, imagens, cores e sabores na minha boca...o que faz com que eu volte a entrar em contacto com situações, episódios do meu passado que eu reprimi e esqueci mas que são tão preciosos
e significativos para as minhas situações actuais.
Os meus estados internos de raiva, frustração, medo e ressentimento diminuíram à medida que me apercebi das suas raízes e pude até descobrir por momentos a origem de certas doenças ou acidentes
que tive no passado.
A sua música ajudou-me a identificar a minha real identidade e o verdadeiro significado
da minha vida!
No princípio, certos sons na música pareciam insuportáveis, até que atingi as minhas emoções mais profundas e consegui ouvi-los e passar a gostar deles!


M. Guttemberg. Gouvieux. França.

Efeito ESPIRITUAL da música.

Quando a conheci abriu-se uma nova porta de luz na minha vida.
Sinto profundamente os efeitos da sua música. No plano físico, apercebi-me que tinha de reavaliar a minha saúde, coisa que não tinha feito até então...
Ao nível espiritual, não tenho qualquer dúvida em relação à verdadeira origem da sua música, visitei o outro lado, a luz, o amor total e que reconheço instantaneamente.

Nadia. Macaffrey. IANDS (Internacional Association for Near Death Studies) EUA.

ESTADOS ALTERADOS DE CONSCIÊNCIA (uma experiência de renascimento).

Ao longo do CD, mantive-me consciente em relação aos diferentes efeitos que o meu corpo sentia.
Assim que começou, senti vibrações a crescerem desde os meus pés até à minha cabeça, deixei-me levar até que os meus sentimentos inconscientes surgiram, depois olhei para o filme da minha mente, foi uma incrível experiência onde fui capaz de entrar em contacto com a fonte de onde vim!
A dada altura, enquanto ouvia a sua música consegui ver-me dentro do útero da minha mãe, a minha irmã gémea tinha já saído e eu ainda estava como que preso, com a minha cabeça virada para cima e não para baixo como devia ser.

Quando de repente, consegui ver a passagem como se estivesse dentro do útero, conseguia ver os movimentos de espasmódicos e percebi que não consegui sair e que também não queria sair, desta forma e à medida que escutava a sua música, sofri um repentino impulso físico que obrigou o meu corpo a revirar-se na minha cama, invertendo a posição.

E assim o fiz, coloquei-me na posição fetal e depois estendi o meu corpo de forma a conseguir passar pela vagina da minha mãe. Estava num estado de consciência muito especial: meio consciente, meio a dormir.
Depois disto tudo, fui falar desta experiência com a minha mãe que logo me disse que o meu nascimento tinha sido muito difícil pois eu não estava na posição normal, eu sai com os meus pés primeiro.

F. Durand. Palaiseau. França.

Melhoramento das ONDAS CEREBRAIS.

Jacotte, a apresentação da sua viagem para a criação da sua música foi um fascinante prelúdio para
a experiência da música em si. Para aqueles que estão envolvidos em elevadas buscas criativas, foi uma confirmação do estado de contacto que uma pessoa alcança com o seu SELF de forma a entregar-se a uma consciência universal e a uma unidade.

A sua música colocou-me num elevadíssimo estados de meditação.
Senti o meu chakra da coroa a abrir-se e uma corrente de energia preencheu o meu corpo.

Estou convencido que a sua música nos ajuda a entrar naquilo a que o mundo das ondas cerebrais chama de: o estado de consciência de “Mente Desperta”
.
Os meus Parabéns Jacotte!

A.S. Santa Cruz. Califórnia, EUA.

A sua música é uma música cósmica, seja no estado material, fluído, límpido ou denso,

é a música do invisível, música de energias subtis do corpo, da alma, do espírito, música do agora, do princípio e do fim do tempo, música de liberdade que faz com que o ouvinte esteja tão vibrado como um cristal.

Um imenso obrigado!


F . L. G. Bracquemont. França.

Acerca do CD INVISIBLE PRESENCE:

Eu creio que esta música descreve o espaço onde o mundo se mexe.
Sons e frases de músicas não evocam nada da terra; nós conseguimos ouvir a origem cósmica da música.
O que é certo é que ela me revela todos os meus bloqueios (uma intensa raiva reprimida).
O que me surpreende mais é que por mais vezes que a oiça não me consigo recordar da música: em cada uma das vezes que a oiço, tenho a impressão que é a primeira vez.
O estranho atrai-me, esta música é insólita, é nutritiva e transformadora.
Talvez, ela fornecerá uma definição de um critério verdadeiro para conseguirmos saber considerar aquilo que é sagrado para os tempos que aí virão.

J. Hauméné. Le Mans. França.

DOCUMENTO para enviar o seu testemunho
 
Otros Testemunhos
AprovaçÕes : CLIQUE AQUI

Testemunhos : TERAPEUTAS : CLIQUE AQUI

EXPERIÊNCIAS COM OS CD'S : CLIQUE AQUI

Topo da Pagina

Voltar Pagina Principal



| - A MUSICA MULTIDIMENSIONAL - MMD PRODUCTIONS ® - Todos os Direitos Reservados : Images, Photos, Texts © Jacotte Chollet - RCS B 388 291 478 |